Uefs muda data de vestibular para dezembro por causa de ocupação - Notícias - Educação - Nordeste Agora
Twiter Nordesteagora Facebook Nordesteagora RSS Nordesteagora

Uefs muda data de vestibular para dezembro por causa de ocupação

11 nov 2016

| 09h15 | Educação
Divulgação

A Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), a 100 quilômetros de Salvador, informou na tarde desta quinta-feira (10) que a data de realização do vestibular 2017, que seria em 20 e 21 de novembro, foi adiada para os dias 18 e 19 de dezembro. O adiamento ocorre por causa da ocupação do campus da instituição por estudantes contrários à PEC que estabelece limite para os gastos públicos.
A comissão da Uefs responsável pelo vestibular informou que o cartão de convocação com informações sobre o local de aplicação das provas será disponibilizado no período de 10 a 17 de dezembro. Ainda conforme a instituição de ensino, em breve será publicada a retificação do edital com novo calendário.
Calendário acadêmico
O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Uefs decidiu, em reunião ocorrida na manhã de terça-feira (8), que o calendário acadêmico da instituição seja suspenso desde o dia da interrupção das aulas, no dia 3 de novembro.
A ocupação do campus da Uefs - em protesto contra a PEC 55 -, começou na noite no dia 1º de novembro, mas como o dia 2 de novembro foi feriado do Dia de Finados, as aulas foram suspensas com o fechamento dos portões pelos alunos no dia 3.
A interrupção nas aulas ocorreu faltando apenas 7 dias de aulas, além do período destinado às provas finais, que duram cerca de uma semana. Quando a desocupação ocorrer e as aulas foram retomadas, o calendário deve incluir os dias que faltam para aulas e provas finais.
Segundo a Uefs, ainda não há previsão de adiamento do semestre 2017.1, por conta da suspensão do calendário letino no final deste ano.
Recomendação
O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) abriu um inquérito civil para apurar a ocupação da Uefs e recomendou à reitoria que providencie o retorno das aulas na instituição, além da retirada dos estudantes que ocupam o campus.
Os alunos dizem que não há previsão de desocupação. Na última sexta-feira (4), um grupo de alunos procurou o MP-BA e pediu providências para o restabelecimento das aulas. A promotoria publicou uma portaria no mesmo dia para instaurar um inquérito sobre o caso e notificou o reitor da universidade para que comparecesse ao Ministério Público para dar esclarecimentos. O reitor foi ouvido pelo MP-BA na segunda-feira (7).
O promotor Audo Rodrigues disse que Evandro Nascimento informou que as negociações para desocupação estavam em andamento com o grupo grevista, mas que isso demanda espera do Ministério Público.
Os líderes da ocupação informaram que está liberada a entrada de funcionários responsáveis pelo pagamento de bolsas estudantis e que o restaurante universitário, o Centro de Educação Básica e a creche terão o funcionamento assegurado.
Segundo a assessoria da Uefs, a reitoria e os alunos negociam pautas do movimento e a possível desocupação até esta quinta-feira (10).


Fonte: G1 .

Leia mais...

« Anterior  1  2 3 4 5 6 ... Próxima » 

Loterias

http://www.psicoblog.com.br/
Quinta
Céu geralmente limpo
28°  24° 
Umidade:83%
Sexta
Aguaceiros frascos
27°  24° 
Umidade:84%
Sábado
Aguaceiros frascos
27°  23° 
Umidade:81%
tempo.pt   +info
Nordesteagora
Lince Web - Soluções Inteligentes
© Copyright 2012 - 2017. Nordeste Agora.